Sustentabilidade é sinônimo de oportunidades

sustentabilidade 

Estimular o crescimento com sustentabilidade não é apenas um desafio para os governos mundiais, mas uma pauta inadiável nas agendas das principais companias. Poucas, entretanto, são as que incorporam o pensamento verde nos seus modelos de negócio. "Há muita incoerência entre o que é dito e o que é feito”, afirma Malu Nunes, gerente de Responsabilidade Social Corporativa e Sustentabilidade do Grupo Boticário.

Para a empresária, não basta usar papel reciclado, estimular funcionários ao trabalho voluntário ou fazer ações sociais na comunidade vizinha. "É preciso integrar a responsabilidade sócio-ambiental no processo de produção da empresa e na relação com stakeholders". Malu Nunes participou de uma mesa no EXAME Fórum Sustentabilidade 2010, nesta quarta (10), em São Paulo, junto da ex-secretária de Biodiversidade e Floresta do Ministério do Meio Ambiente, Maria Cecília Wey de Brito, e do Co-presidente do Conselho de Administração da Natura, Pedro Passos.

Segundo Passos, que também preside o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), muitos empresários ainda acreditam que incorporar ações verdes no plano de negócio representa apenas um aumento de custos. Mas não é. "Desenvolver um negócio sustentável não reflete apenas na redução de impactos ambientais, mas na reputação e valor de mercado da empresa", afirmou. " O problema é que a sustentabilidade ainda está sendo encarada pelo lado do custo, e não pelo da oportunidade. Temos que reverter essa abordagem", disse Passos.

Fonte: Revista Exame

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Postagens do blog com mais visualizações

CATA-ENCONTRO - EM BREVE

Ações da ACRESEA... Além do LIXO.