Caraúbas – é preciso acordar para a reciclagem de lixo

Reciclagem do Lixo

acresea O termo “reciclar” significa transformar objetos e materiais usados (ou lixo material) em novos produtos para o consumo. Esta necessidade foi despertada pelas pessoas comuns e governantes, a partir do momento em que observou-se os benefícios que a reciclagem apresenta para o nosso planeta.

Desde a década de 1980, a produção de embalagens e produtos descartáveis cresceu significativamente, assim como a produção de lixo, principalmente nos países industrializados. Muitos governos e ONGs (Organizações Não Governamentais) estão cobrando das indústrias atitudes responsáveis. Neste sentido, o desenvolvimento econômico deve estar aliado à preservação do meio ambiente. Atividades como campanhas de coleta seletiva de lixo e reciclagem de alumínio, plástico e papel, já são corriqueiras em várias cidades do mundo.

A realidade da cidade de Caraúbas, para que o nosso nobre leitor tenham uma ideia, nosso lixo é depositado em um lixão (precisa-se compreender os significados de lixão e aterro sanitário), diariamente, em torno de 5,5 ton/dia, dados baseados na média nacional. A reciclagem fica em torno de 2,6% (reciclados por Zé da Barragem e ACRESEA), ou seja, 97,4% está exposta a degradação ambiental. Para se ter uma ideia, se pelo menos 50% do lixo produzido em Caraúbas, fosse reciclado, poderíamos gerar empregos, diretamente, para mais de 40 famílias, diminuindo gradativamente o impacto ambiental.

Portanto pedimos a todos os moradores da ciadde de Caraúbas e circunvizinhas, assim como as comunidades rurais, que separem seus lixos (garrafas, latas, vidros, papéis, plásticos, papelão) e entrem em contato com a ACRESEA através dos celulares 9654.9303, 9667.4445, 9667.4448 e 9922.6572, que os recicladores irão com maior prazer em sua residência receolher este lixo. Também se preferir você pode juntar e trazer a ACRESEA que fica localizada no bairro Sebastião maltez, vizinho ao antigo Batalhão de Polícia, próximo a fábrica de Rezídio.

Lembrem-se “reciclar é preciso, reciclar se faz necessário”.

Curiososiadades:

· Papel comum: de 2 a 4 semanas;
· Cascas de bananas: 2 anos;
· Latas: 10 anos;
· Vidros: 4.000 anos;
· Tecidos: de 100 a 400 anos;
· Pontas de cigarros: de 10 a 20 anos;
· Couro: 30 anos;
· Embalagens de plástico: de 30 a 40 anos;
· Cordas de náilon: de 30 a 40 anos;
· Chicletes: 5 anos;
· Latas de alumínio: de 80 a 100 anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Postagens do blog com mais visualizações

CATA-ENCONTRO - EM BREVE

Ações da ACRESEA... Além do LIXO.